O Homem Que Late

Moro quase em frente a uma igreja evangélica. No domingo posso escutar ao longe o som do culto, os hinos e o povo cantando junto. Basta começar o culto para que um sujeito no prédio vizinho ganhe a sacada e a plenos pulmões comece a gritar “canalha, canalha”. E toda vez eu me pergunto se ele grita para o pastor, que conduz o culto sem nada ouvir, a Jesus, que guia seu rebanho e acolhe os desvalidos ou ao desavisado que passa pela rua e que em busca de algum conforto adentra ao templo, senta-se no último banco e chora seus infortúnios. Não sei, a única coisa que sei é que toda vez que o homem se põe a gritar a Juno, minha cachorra, corre para a sacada e dispara a latir. E ficam assim, ele grita e ela late, como irmãos, cuja única razão da existência é latir.

 

(Texto autoral)

1 Comment

  1. I have been surfing online more than 3 hours today, yet I never found any interesting article like yours.
    It’s pretty worth enough for me. In my opinion, if all webmasters and bloggers made
    good content as you did, the internet will be much more useful than ever before. http://www.yahoo.net

Deixe uma resposta